União UESP, entrega troféus das campeãs 2015 e define sorteio de suas filiadas.

sorteiouesp

A chuva, amena, que caiu na noite do evento não atrapalhou em nada a expectativa de todos que foram até o Anhembi pra prestigiar sua agremiação, receber seu troféu (mesmo que tardio), ficar por dentro do sorteio das Escolas de Sambas e Blocos Especiais, ver, ou rever, os amigos e…..degustar uma comidinha deliciosa, beber um chopp geladinho, aproveitar as mesas de frutas…enfim…uma combinação ótima de festa, comida e bebida (com moderação).

Quem foi, aposto que, se surpreendeu, e parabenizou a UESP, pela organização. Nós estávamos lá para, apreciar, se informar e degustar (VEJA ALGUMAS IMAGENS NA GALERIA AO LADO – SORTEIO UESP 2016).

Pra festa ficar melhor ainda, as campeãs Barroca Zona Sul e Unidos do Peruche, se apresentaram e deram um show .

Com relação a ordem dos desfiles 2016, os resultados foram:

grupo1uesp2016-cdlicarnaval

grupo2uesp2016-cdlicarnaval

grupo3uesp2016-cdlicarnaval

grupo4uesp2016-cdlicarnaval

grupodeblocosespeciaisuesp2016-cdlicarnaval

Anúncios

Colzatto, novo Diretor de Carnaval da Boêmios da Vila.

Durante os últimos anos a escola de Samba Boêmios da Vila tem procurado estruturar sua parte técnica no intuito de obter melhores resultados com relação aos desfiles e, principalmente, aprendizado, de uma forma geral.

Tal medida parece que tem dado certo, pois a mesma, antes sem visibilidade, hoje é a atual campeã do Grupo III da UESP e em 2016 enfrentará o desafio de “encarar” o Grupo II com escolas muito mais experientes.

Pensando nesses “desafios”, a busca por “reforços”, é parte de suas metas e dessa vez quem chega, reforçando o time, é WAGNER COLZATTO, assumindo a Direção de Carnaval da Escola.

wagner colzatto

O “moço” tem passagens pela: Prova de Fogo, Império Lapeano, Imperador do Ipiranga, TUP, Amizade Zona Leste, Vai-Vai, e muitas outras agremiações, de São Paulo e do Interior (seja como Carnavalesco, Aderecista e/ou Enredista, além de passagem pela UESP e ADESP).

Diante de sua experiência ficam algumas questões (respondidas por ele, é lógico):

1 – Como surgiu esse convite e o que te levou a aceitar o mesmo?

Na realidade esse convite já tem um ano e surgiu de um papo com meu amigo J. Ivo Brasil, atual carnavalesco da escola. Estávamos viajando para exercer outra profissão nossa, de avaliadores de carnaval, e no meio da conversa veio o convite. Ele me expôs o Projeto Carnaval o Ano Inteiro, de sua autoria, e quando vi que a proposta estava ligada ao crescimento, comprometimento e, sobretudo seriedade, com foco na escola, eu aceitei, principalmente porque esses movimentos me interessam. Coloquei-me à disposição para ajuda-lo no que fosse preciso, amadurecemos a ideia e agora estou por aqui pra ajudar a escola, e um amigo, a buscar resultados (vitórias são consequências).

2 – Você, com tantas passagens por essas escolas, é lógico que obteve muito aprendizado, mas, quais as lições que tirou de tudo isso?

Pelos lugares por onde passei aprendi muito com as pessoas, inclusive na parte de adaptação, em todos os sentidos, e isso serviu para aprimorar minha visão “do fazer carnaval”, pois nem sempre trabalhamos com aquilo que queremos, trabalhamos com o que temos, minha criatividade ficou mais aguçada.

3 – Para um profissional experiente como você, quais são as expectativas desse novo desafio?

Desafios são importantes na vida de qualquer pessoa. Fazer parte dessa equipe será um prazer. Fazendo carnaval me sinto livre, minha imaginação fica mais produtiva. Tenho consciência das dificuldades que as escolas enfrentam, de modo geral, mas acredito que a Boêmios pode vir a ser uma escola de ponta, inovadora, competente… Audaciosa ela já é, e um excelente projeto, em longo prazo, ela já tem. Pelo meu ver, basta encarar isso com muito mais seriedade, afinal de contas o que prevalece é o pavilhão. Obrigado J. Ivo Brasil pelo convite, obrigado presidente Adilson da Silva e diretoria pela aceitação e acolhida.

Lembrando que o enredo da escola para 2016 é: SORRIA! VOCÊ ESTÁ SENDO BEIJADO.

Boa sorte à todos os envolvidos no projeto de carnaval 2016.

Carnaval pelo mundo – Kobe Matsuri

festivaldekobe

Mais uma vez a alegria brasileira foi mostrada fora do país.

Desta vez a alegria contagiante dos brasileiros foi destaque durante o Kobe Matsuri, festival realizado no Japão que reúne milhares de pessoas todos os anos.

Durante três dias, aproximadamente, 76 entidades participaram do festival, entre elas, escolas de samba, Beija-Flor do Japão, Sol Nascente, Feijão Preto e Kobecco, e organizações culturais, como a Associação Nipo-Brasileira.

“Muitas pessoas querem ir ao carnaval no Brasil e não podem por diversos motivos. Quero trazer o melhor do carnaval para cá, permitir que o público possa conhecer e prestigiar a nossa cultura”, comentou Vanusa Santiago que mora no Japão há 25 anos, é gerente do Copa Latin, restaurante de comida brasileira em Kobe e uma das responsáveis pela temática do festival.

CAMPOS FOLIA 2015 – Carnaval fora de época.

Foto: divulgação/internet

Foto: divulgação/internet

Anteriormente, de acordo com a Liga Independente das Escolas de Samba de Campos dos Goytacazes (Liescam), o evento deveria ser realizado nos dias 01, 02 e 03 de maio, mas foi adiado para a primeira semana de junho, mas, parece que a coisa não vai ser assim não!

De acordo com a Fundação Jornalista Oswaldo de Lima, que organiza o evento, a prefeitura de Campos está buscando parcerias com a iniciativa privada no intuito de realizar o evento.

Dizem que a mudança ocorreu a pedido dos carnavalescos, que estariam preocupados com a crise econômica do país, estados e municípios.

Pode até ser, mas até quando as escolas de samba do país vão ficar reféns de verbas públicas??

Alguém de habilita a responder?

O fato é que uma nova data foi divulgada: 26, 27 e 28/6/2015.

Vamos torcer para que o “Campos Folia 2015” aconteça e que o dinheiro obtido com o Turismo possa ser investido no carnaval do próximo ano (isso podia valer para todos os locais onde existe a manifestação popular: CARNAVAL.

Sorte e sucesso para todas as escolas e blocos de lá e do país (que também passam por dificuldades financeiras, mas não encontram uma saída para solucionar o problema)

Escolas de samba do Grupo Especial: União da Esperança, Boi Sapatão, Madureira, Mocidade Louca, Onça No Samba, Ururau da Lapa

Escolas de Samba do Grupo de Acesso: Amigos da Farra, Tradição Alvianil, Império da baixada, Estação Primeira de Guarus, As de Ouro

Blocos do Grupo Especial: Castelo do Aurora, Os Psicodélicos, Chuva de Ouro, Caprichosos de Guarus, Bruc

Blocos do Grupo de Acesso: Arranco do Bandeirantes, Juventude da Baleeira, Teimoso do IPS, União Feliz